sábado, 12 de julho de 2008

Soul

Levei minha alma para conhecer São Paulo, embrutecida e ilusória, a metrópole de aço não deixa espaço para a pureza das pequenas ingenuidades.Eu tentei salvá-la, mas aos poucos senti a leveza da ausência e percebi a perda inquestionável do meu bem mais precioso.Voltei para casa ao entardecer, jamais esquecerei ,não dormi durante dias e agora eis-me aqui: dura e silenciosa, apenas mais um rosto vagando pelo cotidiano das horas...






Eu nunca tinha entendido como em meio à multidões era possível alguém se sentir tão só...agora entendo.

2 comentários:

Alexandre Resende disse...

Ah... quando vou p SP...me sinto assim tbém....mas não tão indefeso assim... aliás adorei seu blog versão pálido.... bjosss e até breve...

Mah. disse...

é tão ruim quando se sabe que no mundo existem cerca de 6 bilhões de pessoas e você sente falta de uma só.