quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Reflexo

A paz que se queria, a ausência vai dar.
A tristeza vai substituir a ansiedade.
A lágrima escorre no lugar do suor.
A saudade vai amainar o medo.
A dor quebra o prazer.
A vida se esvai
E lentamente
Se acaba
Se acaba
E lentamente
A vida se esvai
A dor quebra o prazer
A saudade vai amainar o medo
A lágrima escorre no lugar do suor
A tristeza vai substituir a ansiedade
A paz que se queria, a ausência vai dar.

2 comentários:

Alexandre Resende disse...

bem... os dois lados são iguais... mas de outra ordem mostra uma ligeira diferença.... gostei demais... desculpe não comentar muito em seu blog... minha criatividade é um pouco saturada..... bjo

Mari. disse...

Eu não sei bem o que, mas algo aqui neste poema ficou lindo esteticamente!