segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Rotina


Presa na rotina das horas
Num cubículo coorporativo qualquer
Sua gaiola cotidiana
Em vez de grades, janelas
Imensas...
É possível ver o céu
E como está bonito hoje.
Entre uma tarefa e outra ela se perde
Além das fronteiras daquela janela
Desejando estar
À pelo menos 200 mil quilometros dali...

Um comentário:

Alexandre Resende disse...

quase todo dia me sinto assim, nem sempre pq saio de vez enquando e vejo o dia melhor.... bjosss