terça-feira, 29 de setembro de 2009


Mas eu não podia, ou podia mas não devia, ou podia mas não queria ou não sabia mais como se parava ou voltava atrás, eu tinha que continuar.















"Senhor, protege-me e ampara-me. Dá-me que eu me sinta teu. Senhor, livra-me de mim."

Um comentário:

Cáh. disse...

"Senhor, me faça ter um pouco mais de consiência antes que eu enlouqueça!"








Ps: Eu te amo!