terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Felizes para sempre


Mas tudo bem, amanhã é outro dia, logo mais, sem esperar, te aparece outro alguém e vai ser perfeito. Ele vai ser diferente de todos os outros que já passaram pela sua vida, vai te mandar flores, presentes, cartas, bichinhos de pelúcia. Vai te prometer o mundo, o céu, as estrelas. E por muitos meses será assim, um conto de fadas.
Então, um dia, virão as tão esperadas alianças e vocês farão juras de amor eterno. Isso mesmo, mentirão descaradamente um pro outro, olhando nos olhos.
E serão tantas coisas em comum, logo você o chamará de "o homem da sua vida" e ele a chamará "de minha princesa". Quando você menos esperar, no meio do jantar, ele se ajoelhará e pedirá sua mão em casamento. E então você realizará seu sonho de subir ao altar. Votos trocados, champagne, alianças douradas, com padre e tudo, buffê completo e um pacote de 7 dias para o nordeste. Família reunida e os amigos desacreditados porque finalmente você se amarrou. Será uma cerimônia muito bonita.
Alianças na mão esquerda, lar compartilhado e feliz. Vocês farão sexo todos os dias no primeiro ano de casamento, no segundo, um pouco menos, até que sexo será um evento comemorativo para alguma ocasião especial e finalmente quando vocês enjoarem um do outro, vocês terão filhos, dois, um casal, como você sempre sonhou. Os filhos, as contas à pagar, as prestações do apartamento, do carro, as horas fora de casa por conta das horas extras, isso segurará a onda por um tempo.
Mas o tempo vai passar e alguns anos depois ele terá um caso, você vai descobrir, vai fazer escândalo, vai jogar todas as roupas dele pela janela, pegará as crianças e passará uma semana na casa da sua mãe. Você voltará quando ele prometer que terminou aquele relacionamento sem importância, que isso jamais se repetirá. Mas vai haver outro, e outro, e outro e serão tantos que depois de um tempo você fingirá não saber, para não se chatear, para não se desgastar. Você não o abandonará por causa das crianças, das contas à pagar, das prestações do apartamento, do carro. Sua vida será o trabalho e você será uma profissional e tanto. E então ele conhecerá alguém, com a metade da sua idade e se apaixonará loucamente. Ele mal aparecerá em casa no começo, passará muito tempo no "trabalho" e três meses depois pedirá o divórcio.
Você vai se lembrar das promessas falsas feitas diante do padre. "Amor eterno". E você vai chorar uma semana ou duas, tomará algumas doses de vodka e voltará a fumar. Seu rendimento no trabalho vai cair, você terá problemas com a esposa atual dele e ele terá problemas com a justiça por causa da pensão alimentícia dos meninos. Pouco tempo depois você começará a frequentar o psicólogo e algum clube do livro idiota. Mas tudo bem, amanhã é outro dia, logo mais, sem esperar, te aparece outro alguém e vai ser perfeito.



Ouvindo: Paranoid Android - Radiohead

3 comentários:

cowy disse...

gostei. feliz por saber que não vou casar e passar por isso.

Mariana N. disse...

esqueceu de: e algumas pessoa realmente desocupadas pegarão uma foto sua e farão máscaras de carnaval.

fels disse...

Já tinha esquecido das máscaras de carnaval. Mas ainda dá tempo.