segunda-feira, 2 de agosto de 2010


"Apenas já não somos mais crianças e desaprendemos a cantar. As cartas continuam queimando. Eu tentei pensar em Deus. Mas Deus morreu faz muito tempo. talvez se tenha ido com o sol, com o calor. Pensei que talvez o sol, o calor e Deus pudessem voltar de repente, no momento exato em que a última chama se desfizer e alguém esboçar o primeiro gesto. Mas eles não voltarão. Seria bonito, e as coisas bonitas já não acontecem mais."

Um comentário:

tatitorcato disse...

e vc se perdeu nas coisas não bonitas, pois ainda está apegada a elas. e eu não te culpo (: