quinta-feira, 29 de outubro de 2009


“Meu coração é um bordel gótico em cujos quartos prostituem-se ninfetas decaídas, cafetões sensuais, deusas lésbicas, anões tarados, michês baratos, centauros gays e virgens loucas de todos os sexos. Meu coração é um filme noir projetado num cinema de quinta categoria. A platéia joga pipoca na tela e vaia a história cheia de clichês. Meu coração é o laboratório de um cientista louco varrido, criando sem parar Frankensteins monstruosos que sempre acabam destruindo tudo.”

2 comentários:

Mariana N. disse...

"deusas lésbicas"

esta sou eu.

beijos.

BobZeeLa disse...

Eu e a mari..

=]